Blog

Uma boa alimentação influencia em vários aspectos da criança: humor, disposição e aprendizado

05/09/2017

A alimentação está presente no dia a dia dos seres humanos desde o nascimento até a senilidade, sendo um dos quesitos básicos para a sobrevivência. Em todas as fases da vida ela possui inquestionável significância, porém é na infância o período em que há maior desenvolvimento corporal, cognitivo e imunitário dos indivíduos, sendo assim, primordial a boa alimentação para suprir o desenvolvimento de todas estas funções adequadamente.

Crianças mal nutridas, ou seja, com alimentação insuficiente em quantidade e qualidade para aquele determinado período da vida, apresentam menor desenvolvimento cognitivo e motor, apresentando baixo desempenho escolar, inferior capacidade de concentração e menor disposição para realizar atividades rotineiras, como brincar e socializar com outras crianças e autocuidado. Também podem apresentar alterações de humor, como irritabilidade e apatia. Além de outros distúrbios, como crescimento inadequado para a idade e má formação em ossos, dentes e demais estruturas.

Uma alimentação variada e completa nutricionalmente neste ciclo da vida, baseada em alimentos naturais e minimamente processados, como frutas, legumes, verduras, cereais, e alimentos de origem animal, e evitando alimentos ultraprocessados e fast foods, além de importante para o desenvolvimento, promove a criação e adoção de hábitos alimentares saudáveis que irão perdurar nas demais fases da vida.  Sendo os maiores promotores para a criação destes bons hábitos os familiares e cuidadores das crianças.

 

Estagiária de Nutrição UFSC: Natalia Fogolari

 

 

 

Voltar