Blog

Dúvidas sobre cólica e constipação em bebês

05/06/2017

1 – É normal o bebê ficar vários dias sem evacuar? Por quê?

O bebê pode ficar vários dias sem evacuar, isto ocorre pela mudança do ritmo intestinal, ou seja, toda vez que o leite chega no estômago do bebê, ocorre um reflexo muscular que vai descendo por todo o trato gastrointestinal até o bebê evacuar. Com o passar do tempo este reflexo, que é automático, vai diminuindo, e o bebê pode ficar até 7 dias sem evacuar. O bebê tem as fezes líquidas, grumosas e explosivas.

 

2 – Por que ocorre a constipação?

O que acontece é a perda do reflexo gastrocólico, diminuição da lactose que é o açúcar presente no leite materno, e que faz as fezes serem moles, grumosas e explosivas. A partir deste momento, o bebê precisa fazer o controle da evacuação, isto é um aprendizado. Alguns bebês aprendem rápido e as evacuações são mais constantes. Outros bebês demoram mais tempo para aprender. O que ocorre nesta fase, é que o bebê para aprender a evacuar fica vermelho, puxa as pernas, faz força, às vezes no local, certo, e outras vezes na face e no pescoço. Esta ação é o treinamento do bebê para fazer o cocô. A mãe neste momento pode tirar as fraldas, elevar as pernas do bebê e massagear a barriga com movimentos circulatórios, por 1 a 2 minutos.

3 – O que fazer quando o bebê sente dor com a constipação? Como aliviar? Pode ser grave?

Quando o bebê sente dor com a constipação, geralmente existem gases associados. Dar medicamento para aliviar os gases e também podemos usar várias ações:

  • Primeiro tirar as fraldas;
  • Levantar as pernas;
  • Massagear a barriga do bebê com movimentos circulatórios;
  • Oferecer alimentos que aumentem o trânsito intestinal fazendo com o que o bebê evacue. Podemos usar ameixa preta, mamão, laranja, azeite de oliva extravirgem, dependendo de cada caso.

É proibido dar para o bebê medicamentos com ESPASMO porque podem produzir graves efeitos colaterais, além de dar mais constipação.

A constipação é grave quando é consequência de alguma alteração anatômica, como estenose, que é o estreitamento de algum segmento do intestino, ou algum segmento que não possui enervação e, por isso, ele não funciona. Nesses casos, geralmente a solução é uma cirurgia.

4 – Qual é a diferença entre cólica e constipação?

A cólica é a dor aguda produzida por fortes espasmos no intestino, que se manifestam em ondas de dores maiores ou menores.
A constipação é o fato que acontece quando o bebê não consegue eliminar as fezes, mesmo sendo estimulado para isto. Ele sente vontade e não consegue.

5 – O intestino do bebê muda com a introdução de novos alimentos? E a cor do cocô?

Cada vez que você introduz um alimento diferente, as fezes mudam a consistência e também a coloração. É comum a mudança da consistência das fezes quando o bebê deixa de mamar no peito e faz a transição para outros alimentos incluindo sucos, frutas e papinha salgada. Assim também como muda o ritmo intestinal, às vezes para mais e outras para menos. A cor das fezes não tem nada a ver com cólicas, mas sim, com colonizações diferentes da microbiota intestinal.”

Dr. Cecim El Achkar

Pediatra

CRMSC 2239 / RQE 1779

 

Voltar